CVM multa Eike Batista em mais R$ 300 mil por negociação da OGX

  • Por Agência Brasil
  • 18/03/2015 21h40
Eike batista doa 3 milhoes ao teleton

No último julgamento de hoje (18), tendo entre os réus o ex-bilionário Eike Batista, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) multou o empresário – na qualidade de presidente do Conselho de Administração da OGX Petróleo e Gás Participações – em R$ 300 mil. Com essa, totalizam R$ 1,4 milhão as multas aplicadas a Batista pela autarquia responsável pela regulação e fiscalização do mercado de capitais.

A maior multa no processo foi imposta ao ex-diretor de Relações com Investidores da OGX, Roberto Bernardes Monteiro, no valor de R$ 400 mil, pela não divulgação tempestiva (no momento correto) da venda de participação da petrolífera OGX, atual Óleo e Gás, para um grupo asiático.

Os demais réus, incluindo Eike Batista, foram multados pela não divulgação de fato relevante ou envio de comunicado à CVM referente à negociação. O membro do conselho de Administração da OGX, Aziz Ben Ammar, foi punido com multa de R$ 200 mil, mesmo valor atribuído ao ex-diretor Jurídico do conselho, José Roberto Penna Chaves Faveret Cavalcanti.

Já o ex-diretor presidente da OGX, Luiz Eduardo Guimarães Carneiro, e os ex-diretores de Exploração, Paulo de Tarso Martins Guimarães, e de Produção, Reinaldo José Belotti Vargas, receberam penas de advertência.