Damasco nega que algum de seus veículos tenha sido destruído pela Jordânia

  • Por Agencia EFE
  • 16/04/2014 12h04

Damasco, 16 abr (EFE).- O regime de Damasco negou nesta quarta-feira que algum dos blindados do exército sírio tenha sido destruído pela aviação jordaniana, informou a agência oficial de notícias “Sana”.

Uma fonte militar citada pela agência assegurou que a Síria não enviou nenhum blindado à fronteira com a Jordânia, por isso descartou que a Força Aérea jordaniana tenha atacado algum alvo militar do Exército sírio.

Caças das Forças Aéreas jordanianas destruíram hoje vários “veículos camuflados” que tentavam atravessar a fronteira entre Jordânia e Síria, segundo um comunicado do alto comando do exército jordaniano.

Um porta-voz militar jordaniano, que não foi identificado, assinalou na nota que os aviões atuaram depois que os veículos ignoraram tiros de advertência.

Nos últimos meses, os guardas fronteiriços jordanianos abortaram várias tentativas de infiltração na fronteira com a Síria em ambas as direções, e detiveram dezenas de pessoas, além de confiscar armas e drogas.

A fronteira entre ambos os países foi também palco de operações quase diárias nas quais as tropas jordanianas socorreram refugiados sírios que tentam fugir da guerra.

Segundo as estatísticas oficiais, mais de 600 mil refugiados sírios chegaram à Jordânia desde que começou o conflito em seu país, em março de 2011. EFE