De Guindos apresentará candidatura à presidência do Eurogrupo

  • Por Agencia EFE
  • 05/06/2015 12h45

Bruxelas, 5 jun (EFE).- O ministro espanhol de Economia e Competitividade, Luis de Guindos, concorrerá como candidato à presidência do Eurogrupo, o fórum informal de titulares econômicos dos 19 países da zona do euro, confirmaram nesta sexta-feira à Agência Efe fontes do Ministério da Economia.

O governo da Espanha vai enviar a Bruxelas uma carta de motivação com a candidatura de seu ministro da Economia, acompanhada por seu curriculum vitae, depois que foi aberto o prazo para a apresentação de postulações, que terão que ser entregues até o dia 16.

Fontes do Ministério da Economia afirmaram que a Espanha tem apoio entre seus parceiros.

Além disso, as mesmas fontes disseram que será reconhecido “o esforço realizado pelo conjunto da sociedade espanhola e o giro que foi dado na situação graças às reformas”.

Há poucos dias, De Guindos assegurou que se fosse eleito, seria um reconhecimento à política econômica do governo, da qual afirmou que não fará parte novamente se Mariano Rajoy ganhar as eleições gerais.

Entre os apoios ao ministro espanhol para presidir o Eurogrupo estará o do titular de Finanças da França, Michael Sapin, que em sua recente visita à Espanha, declarou que De Guindos tinha “qualidades excepcionais” para esse cargo, ao mesmo tempo que sustentou que a Espanha merecia ter mais responsabilidades nas instituições europeias do que tem atualmente.

O ministro francês insistiu no “difícil” período econômico que atravessou a Espanha e acrescentou que, por isso, merecia exercer mais responsabilidades. EFE