Defensor do Brexit renuncia à liderança do UKIP

  • Por Estadão Conteúdo
  • 04/07/2016 08h29
Nigel Farage

Nigel Farage anunciou, nesta segunda-feira (4), sua renúncia à liderança do Partido de Independência do Reino Unido (UKIP, na sigla em inglês) com o argumento de que “não tem mais nada a fazer” após a decisão do eleitorado britânico de votar pela saída do país da União Europeia, em plebiscito realizado no último dia 23 de junho.

Farage, que foi um dos principais defensores do chamado “Brexit” na campanha pré-eleitoral, declarou que nunca quis ser político de carreira e que havia abandonado um emprego para se engajar nos esforços para a retirada do Reino Unido do bloco continental.

Em declarações proferidas em coletiva de imprensa, o líder deixou clara sua posição, “foi para isso que votamos naquele plebiscito de duas semanas atrás e é por isso que sinto já ter feito minha parte”.