Desaparece cargueiro na Guiné Equatorial

  • Por Agencia EFE
  • 05/01/2014 17h19

Redação Central, 5 jan (EFE).- Um cargueiro da empresa Martínez Hermanos, de bandeira de Camarões, que saiu do porto de Malabo em 2 de janeiro com destino a Bata, segunda maior cidade da Guiné Equatorial, está desaparecido, informaram neste domingo à Agência Efe as autoridades guineenses.

O cargueiro, que cobre habitualmente a rota Malabo-Bata, zarpou do porto da capital da Guiné Equatorial levando a bordo 150 toneladas de mercadorias e com uma tripulação composta por nove pessoas de diferentes nacionalidades.

Em comunicado, a companhia, com sede em Camarões, informou às autoridades guineense que a embarcação costuma gastar entre 20 e 24 horas em efetuar a rota entre Bata e Malabo, e que a chegada ao porto de Bata estava prevista para a sexta-feira passada.

A empresa informou à Agência Efe que a embarcação foi adquiria Pireu, na Grécia, em novembro de 2008. Com nome “San Miguel” e com matrícula L-04/IT/2013, ela navega em águas territoriais da Guiné Equatorial desde março de 2009.

Um responsável da companhia também informou que o navio desaparecido possui toda a documentação, e dispõe de dois potentes motores de 500 KV e de outros dois auxiliares de 30 e 45 KV, além de um equipamento de comunicação VHF, embora até o momento não tenha sido recebido qualquer chamado de socorro.

As forças navais e aéreas da Guiné Equatorial estão efetuando trabalhos de busca e rastreamento. Contudo, não existem indícios que a embarcação tenha naufragado. EFE