Desemprego na Grécia atinge novo teto histórico em novembro de 2013

  • Por Agencia EFE
  • 13/02/2014 10h42

Atenas, 13 fev (EFE).- O desemprego na Grécia atingiu um novo teto na série histórica ao atingir em novembro passado 28% da população ativa, informou nesta quinta-feira a autoridade estatística Elstat.

O número de desempregados atingiu 1,38 milhão de pessoas, ou seja 28% da população ativa em números ajustados, 1,7 ponto percentual mais que no mesmo mês de 2012 e 0,3 ponto mais que em outubro de 2013, quando a taxa de desemprego estava 27,7%, um número que foi revisado em um décimo para baixo no atual relatório.

A maior taxa de desemprego afeta os menores de 25 anos, uma faixa de idade no qual se registra índice de 61,4%.

As mulheres continuam sendo as mais afetadas, ao aumentar o desemprego para 32,2%, contra 24,9% dos homens.

Em novembro de 2008, no começo da crise, o desemprego era de 7,5% e afetava apenas 383 mil dos quase 11 milhões de habitantes da Grécia, enquanto cinco anos depois, o número de desempregados tinha aumentado em um milhão de pessoas.

Atualmente, o número de empregados (3,55 milhões) está muito perto do número de pessoas inativas (3,38 milhões), ou seja, que nem trabalham nem estão em busca de emprego. EFE