Deslizamentos causados pela chuva matam dez pessoas em Salvador

  • Por Agência Brasil
  • 27/04/2015 16h29
SALVADOR, BA, 27.04.2015: CLIMA-BA - Depois de uma madrugada de fortes chuvas, pelo menos três pessoas morreram soterradas após deslizamentos de terra em Salvador. Uma criança de 12 anos está entre as vítimas. Resgatada por vizinhos após um deslizamento no bairro de San Martin, periferia da capital baiana, a vítima chegou a ser encaminhada para uma unidade de pronto atendimento, mas já chegou sem vida ao local. Ainda não há informações sobre as outras duas vítimas. (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press/Folhapress)Deslizamento de terra em Salvador

Dez pessoas morreram soterradas após deslizamentos de terra em Salvador, causados pelas fortes chuvas que atingiram a cidade na madrugada de hoje (27). Segundo a Polícia Militar (PM) da Bahia, foram registrados três deslizamentos com vítimas na capital baiana.

Além das seis pessoas que morreram no Bairro San Martin, cinco foram resgatadas dos escombros e encaminhadas para hospitais na região do Novo Marotinho. Nesta região do Marotinho, foram quatro mortos e três feridos. Uma pessoa também foi socorrida no Bairro Santa Luzia. A PM não informou o número de vítimas que ainda estão debaixo dos escombros. 

O temporal que provocou estragos em Salvador afetou algumas das principais ruas e avenidas da cidades que ficaram alagadas. O órgão municipal de trânsito pediu que os moradores evitem trafegar por essas vias.

Até às 15h05, a Defesa Civil registrou 146 ocorrências por causa das chuvas, incluindo 84 deslizamentos de terra, 14 alagamentos e 15 desabamentos de imóveis e muros. Por causa das chuvas, escolas e universidades suspenderam as aulas.

Segundo a prefeitura, só na região do Bairro San Martin, local com maior volume pluviométrico ocorrido, nas últimas horas choveu 198 milímetros (mm). O volume de chuvas esperado na região para todo o mês de abril era 309 mm.

O Hospital Santo Antônio ficou parcialmente alagado. Os pacientes que estavam internados nos locais tomados pela água foram transferidos para outras alas e unidades de saúde.

Por meio de nota, a Prefeitura de Salvador informou que realiza uma operação com 500 servidores para atuar nos locais afetados. A prefeitura disponibilizou locais para receber as famílias desabrigadas. O governo do estado colocou todo o efetivo da Polícia Militar da Bahia e o Corpo de Bombeiros no atendimento às vítimas das chuvas.