Dia dos Namorados deve injetar R$ 11,5 na economia

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2017 09h55
Brasil, São Paulo, SP. 23/08/2013. Interior de loja reformulada da rede de varejo Riachuelo, no Shopping Frei Caneca, em São Paulo. - Crédito:TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:151743Vendas shopping - AE

Vendas para o Dia dos Namorados devem injetar R$ 11,5 na economia, segundo SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. 

O levantamento indica que 92 milhões de brasileiros pretendem presentear alguém. Apesar da alta intenção de compras, somente 9% dos consumidores devem gastar mais neste ano, na comparação com 2016.

O preço médio dos presentes deve ficar em 124 reais e 69% dos entrevistados dizem que vão pagar à vista. Os itens de vestuário são os mais procurados, seguidos por perfumes, cosméticos, maquiagens, calçados e acessórios. A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, ressalta que os lojistas devem se preparar para compras de menor valor.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, lembra que o índice de indecisos continua alto e 50% dos consumidores não sabe o que vai comprar.

O diretor de relações institucionais da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings, Luís Augusto Ildefonso, explica que o setor aposta em promoções: Luís Augusto Ildefonso ressalta que a movimentação nos shoppings centers deve se intensificar no próximo final de semana. O Dia dos Namorados será comemorado em 12 de junho, segunda-feira da semana que vem.