Dilma assina decreto que eleva salário mínimo em 11,6% para o valor de R$ 880

  • Por Agência Estado
  • 29/12/2015 13h59
BRA01. BRASILIA (BRASIL), 21/12/15.- La presidenta brasileña, Dilma Rousseff, habla hoy, lunes 21 de diciembre de 2015, en la ceremonia de toma de posesión del nuevo ministro de Hacienda Nelson Brabosa, en el Palacio del Planalto, Brasilia, Brasil. Rousseff afirmó hoy que la renuncia de Joaquim Levy al Ministerio de Hacienda "no altera la meta de recuperar el equilibrio fiscal", con la que está "totalmente comprometido" el nuevo ministro, Barbosa. EFE/ Adriano MachadoPresidente Dilma Rousseff

O salário mínimo terá um aumento de 11,6% e será de R$ 880 a partir de 1º de janeiro de 2016. O decreto com o novo valor já foi assinado pela presidente da República, Dilma Rousseff, e será publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quarta-feira, 30.

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República diz que, com o novo valor, a presidente Dilma Rousseff “dá continuidade à sua política de valorização do salário mínimo” e que o reajuste terá impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 788. O porcentual do aumento concedido pelo governo está um pouco acima da inflação, que em 2015 já acumula alta de 10,71%.