Dilma chega a Cuba para Celac e inauguração do porto de Mariel

  • Por Agencia EFE
  • 26/01/2014 18h48

Havana, 26 jan (EFE).- A presidente Dilma Rousseff, chegou neste domingo, as 17h40 (de Brasília) a Havana para participar da II Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), se reunir com seu colega Raúl Castro e inaugurarem juntos as obras de modernização do Puerto de Mariel.

Dilma foi recebida pelo ministro do Comércio Exterior da ilha, Rodrigo Malmierca, e com a tradicional cerimônia que se brinda nestes casos os chefes de Estado.

Na segunda Dilma inaugura junto de Raúl Castro a primeira parte do porto de Mariel, financiada com recursos do BNDES, e cuja ampliação é considerada uma “obra emblemática” da parceria entre os dois países.

Executada pela construtora Odebrecht e com financiamento de US$ 682 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), dois terços do valor total, estimado em US$ 957 milhões.

O porto dará a Cuba uma moderna porta de saída marítima e permitirá que indústrias brasileiras se instalem na ilha e aproveitem o menor custo da mão de obra local e incentivos cubanos para produzir e exportar a partir da ilha.

O moderno píer e terminal de contêineres de Mariel, previsto para acolher navios de mercadorias “pós-Panamá”, é o coração da primeira zona especial de desenvolvimento criada em Cuba dentro do plano de reformas de Raúl Castro e buscam que se transforme em um motor econômico para a ilha com a atração de investimentos estrangeiros.

Na terça-feira 28 e quarta-feira 29, Rousseff participará da II Cúpula da Celac, onde se espera a participação da maior parte dos presidentes latino-americanos e caribenhos.EFE

sam/cd