Documento da Prefeitura de SP aponta existência de “rodízio de água” na capital

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2014 15h59

Um documento da Prefeitura de São Paulo apontou a existência de um rodízio de abastecimento de água durante a noite na capital. O ofício do comitê gestor do serviços de água e esgoto da cidade foi repassado para gestores municipais no início desta semana.

O documento diz que a Sabesp estaria reduzindo em 75% a pressão da água fornecida na capital durante a 00h e às 05h. Com a medida, bairros localizados em regiões mais elevadas e também prédios mais altos poderiam ter o abastecimento comprometido. A empresa sempre negou que houvesse qualquer tipo de racionamento já em vigor na cidade.

O prefeito Fernando Haddad preferiu não entrar na polêmica sobre a existência ou não de rodízio de água. Segundo ele, assim que tomou conhecimento do ofício, pediu para que os equipamentos públicos municipais fossem informados.

“Não vou entrar numa discussão semântica. O que nós fizemos foi informar a rede de serviços públicos da medida para que todos possam se programar. Um hospital, uma escola, um posto de saúde, precisa estar informado. Nós fizemos um mero repasse da informação que foi oficialmente recebida. (…) Mas a gente precisa estar informado do regime de abastecimento pra se prevenir. É uma mera cautela”, disse o prefeito.

Nesta quarta-feira a Sabesp informou que o Sistema Cantareira subiu de 12% para 12,3% em razão da chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo na última terça-feira (15).