Draghi discursa pela unidade da Europa, antes de plebiscito no Reino Unido

  • Por Estadão Conteúdo
  • 17/06/2016 14h00
Mário Darghi

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, fez, nesta sexta-feira (17), um apelo por unidade continerntal no momento em que o Reino Unido se prepara para o plebiscito que decidirá se o país continua ou não na União Europeia, em movimento conhecido como “brexit”.

Em Munique, Draghi argumentou que os europeus compartilham necessidades comuns que podem ser mais bem atendidas de maneira unidas e, dentre elas, estão interesses econômicos, de defesa, desafios ante à imigração global e à proteção da propriedade intelectual e do meio ambiente, contextualizou, destacanto que o bloco ajuda a lidar com essas necessidades “de formas que os governos individuais não necessariamente seriam capazes de o fazer”.

A Gr]a-Bretanha deve realizar um plebiscito, na próxima quinta-feira (23), sobre se continua como membro de Bruxelas ou não. Pesquisas recentes sugerem que os favoráveis à saída do bloco têm leve vantagem.

Neste mês, o estadista já disse que o BCE quer o Reino Unido, mas está pronto para quaisquer contingências. O presidente da instituição pediu, por fim, uma nova abordagem para a integração europeia que “garanta melhor que as necessidades comuns das pessoas sejam atendidas, pois temos visto que o preço da inação é alto”.