Duplo atentado suicida no Líbano deixa pelo menos 9 mortos e 35 feridos

  • Por Agencia EFE
  • 10/01/2015 18h10

Beirute, 10 jan (EFE).- Pelo menos nove pessoas morreram e 35 ficaram feridas em um duplo atentado no qual dois suicidas detonaram os explosivos que levavam no Café Omran, no bairro de Jabal Mohsen, na cidade de Trípoli, no norte do Líbano, informou a “Agência Nacional de Notícias” (ANN).

Segundo a agência, um primeiro suicida detonou os seus explosivos e, quando várias pessoas se aproximaram do local do atentado, outro homem detonou os outros. Após este duplo atentado, as autoridades impuseram um toque de recolher que ficará em vigor até às 7h (3h em Brasília) de amanhã.

O bairro de Jabal Mohsen, de maioria alauíta à qual pertence o presidente sírio Bashar al-Assad, é palco frequentemente de combates com seus rivais da região de Bab al-Tabbaneh, de maioria sunita.

As forças da ordem formaram um cordão de segurança ao redor do café e, segundo testemunhas, os corpos dos suicidas ainda estão dentro do estabelecimento, informou a “ANN”.

O ministro da Saúde, Wael Abou Faour, ordenou aos hospitais Trípoli receber todos os feridos de seu departamento.

Por sua vez, a imprensa libanesa disse que o porta-voz do Partido Árabe Democrático (alauíta), Abdel Latif Saleh, culpou o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) do duplo atentado.

Desde a explosão do conflito na vizinha Síria, em março de 2011, aumentaram os atentados, sequestros, enfrentamentos armados e outros atos violentos no Líbano, dividido entre os partidários e opositores de Bashar al-Assad. EFE