“É uma manhã tensa”, conta jornalista morador da região de tiroteio nos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 12/06/2016 11h51
atentado

Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, o empresário e jornalista Lombardi Júnior lamentou o ocorrido na madrugada deste domingo (12) em Orlando, nos Estados Unidos, que deixou ao menos 50 mortos e mais de 50 feridos.

“Moro a cerca de 7 milhas (11 quilômetros) de onde aconteceu essa trágica noite em Orlando. Orlando tem por costume ter uma madrugada calma”, afirmou. Segundo ele, os moradores da região estão apavorados, já que o local é tido como tranquilo, já que não é atração para turistas.

Reduto de hispânicos e até mesmo brasileiros (mais de 30 mil brasileiros residem na Flórida), Lombardi Junior disse que o ato causa uma situação de desconforto e tensão.

“É uma manhã tensa, onde as pessoas buscam informações mais concretas e ficam assustadas porque têm seus acessos à região interrompidos”, contou.

A região fica distante das áreas visitadas por turistas e conta mais com a atividade local. “Os hispanos predominam essa área. É uma área tranquila, não é uma área onde turistas frequentam. É uma área calma e tranquila”, detalhou.

Atirador morto

Omar Mateen, segundo a polícia da cidade, está morto. “O agressor dentro do clube está morto”, afirmou a polícia em sua conta da rede social Twitter, mas não deu detalhes se há mais agressores, como asseguraram algumas testemunhas do fato, no qual várias pessoas ficaram feridas.

Tiroteio

O ato considerado terrorista pelas autoridades americanas teve início por volta das 02h local (3h em Brasília), quando o agressor fez reféns no clube Pulse, de Orlando.

A boate chegou a publicar uma mensagem em sua página no Facebook pedindo que todos saíssem do local com urgência. “Everyone get out of pulse and keep running”, diz a postagem.

Mais tarde, o clube afirmou que irá atualizar assim que informações começarem a chegar. A página do local ainda pediu que as pessoas mantivessem seus pensamentos voltados às vítimas da tragédia e agradeceu ao suporte e amor.