Com avanço do coronavírus nos EUA, Bovespa opera em queda de mais 4%

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2020 12h05
DARIO OLIVEIRA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDOQuanto às medidas anunciadas no Brasil, o estrategista avalia que são positivas, mas que ainda são tímidas

Mesmo com às medidas econômicas anunciadas no Brasil, a Bovespa opera em queda de mais de 4% nesta sexta-feira. O avanço do coronavírus nos Estados Unidos é indicado como um dos maiores responsáveis pela baixa nas bolsas globais.

As bolsas europeias e as de Nova York já têm queda de no mínimo 2%. No Brasil, além do externo, a instabilidade política também deve continuar sendo monitorada pelos investidores.

Ainda assim, o principal índice à vista da B3 sugere ter condições de fechar a semana em alta, depois de uma série de cinco quedas semanais consecutivas.

“O dia será de ressaca, Ibovespa fechou em alta pelo terceiro dia seguido. O petróleo também está caindo, por conta de expectativa de redução na demanda”, avalia o estrategista-chefe Jefferson Laatus.

Conforme Laatus, o fato de os EUA passarem a ser o epicentro de coronavírus chama bastante atenção. Isso, avalia, pode fazer com que o Federal Reserve (Fed, o banco central do país) tenha de tomar novos incentivos, quem sabe até “medidas mais drásticas”, cita.

Quanto às medidas anunciadas no Brasil, o estrategista avalia que são positivas, mas que ainda são tímidas e que, por ora, o exterior é que deve determinar o rumo dos mercados locais. “Ainda falta articulação política para que as medidas que forem tomadas sejam as melhores possíveis.”

*Com informações do Estadão Conteúdo