Bolsonaro anuncia empréstimo com juros mais baixos às Santas Casas e hospitais filantrópicos

Presidente lembrou que, em 2018, a Santa Casa de Juiz de Fora o atendeu após tomar uma facada na cidade

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2021 17h04 - Atualizado em 25/03/2021 17h43
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO -22/03/2021Mais detalhes sobre o socorro às instituições devem ser dados em breve

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta quinta-feira, 25, que a Caixa Econômica Federal apresenta soluções para as Santas Casas e hospitais filantrópicos que, em geral, tem um endividamento grande com o banco. A expectativa é por uma nova linha de crédito, com juros baixos e carência longa. Bolsonaro lembrou que, em 2018, foi a Santa Casa de Juiz de Fora, em Minas Gerais, que o socorreu após levar uma facada, enquanto cumpria compromissos de campanha eleitoral.

Agora, está disponível a possibilidade de pausar 180 dias nos contratos de crédito, a ampliação do prazo de pagamento de 84 para 120 meses e a disponibilização da nova modalidade Caixa Hospitais Pós, que tem taxa pós-fixada de 0,29% a.m. + CDI — que é 42% menor em relação às atuais. O presidente do banco, Pedro Guimarães, destacou a importância das medidas. “Queremos oferecer a linha para todas as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do país. São 189 mil leitos que podem se beneficiar hoje das medidas”, afirmou.

As entidades também podem solicitar pausa nas operações já contratadas do Caixa Hospitais, Caixa Giro SUS e Caixa Hospitais FGTS. Em relação à linha Caixa Hospitais Pós, as Santas Casas e hospitais filantrópicos podem utilizar os recursos para investimentos ou para compor fluxo de caixa, com carência de até seis meses para pagamento da primeira parcela. Elas também podem escolher a melhor alternativa de aplicação frente a realidade financeira.