Banco do Brics dará US$ 15 bilhões aos países do bloco

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2020 14h10 - Atualizado em 28/04/2020 14h30
EFE/EPA/SEBASTIEN COURDJIBanco do Brics vai ajudar na recuperação econômica do bloco

O Novo Banco de Desenvolvimento do Brics, bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, destinará até US$ 15 bilhões (R$ 84,5 bilhões) para projetos de recuperação econômica dos países. A informação foi confirmada nesta terça-feira (28) pelo ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov.

O chefe da diplomacia do país do Leste Europeu anunciou a decisão durante uma entrevista coletiva virtual, concedida logo depois de uma videoconferência que teve a participação dos chanceleres dos integrantes do grupo.

O encontro teve como objetivo coordenar medidas para encarar a pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. “Decidimos criar um instrumento especial de crédito para financiar projetos de recuperação econômica nos países. Espera-se destinar até US$ 15 bilhões para esta finalidade”, explicou Lavrov.

Ele indicou que houve concordância dos cinco países sobre a necessidade de avançar na elaboração e utilização de vacinas, inclusive contra as infecções provocadas pelos diversos coronavírus existentes, tarefa que o grupo já havia acordado em 2018.

“Analisamos a situação e decidimos reforçar a necessidade de implementar esse pacto e criar, o quanto antes, esse mecanismo, que ainda não começou funcionar”, disse um dos integrantes do governo do presidente Vladimir Putin.

Por outro lado, Lavrov afirmou que os ministros de Relações Exteriores do Brics concordaram que as sanções unilaterais, impostas distantes de árbitros como a ONU, são um obstáculo na luta contra a pandemia e, por isso, precisam ser suspensas.

*Com EFE