Câmara aprova salário mínimo de R$ 1.212, sem aumento real

Valor estava previsto no orçamento; texto segue agora para o Senado

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2022 22h54
Marcello Casal Jr/Agência Brasil cédulas de real espalhadas Salário mínimo está há três anos subindo apenas de acordo com a inflação

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça, 24, a Medida Provisória (MP) que fixou o salário mínimo de 2022 em R$ 1.212, sem aumento real, apenas com a correção pela inflação de 2021. O texto seguirá agora para o Senado, onde precisa ser aprovado até 1º de junho, caso contrário ele perderá a validade – MPs precisam ser aprovadas no Congresso em até seis meses após serem publicadas pelo governo. O valor está de acordo com o Orçamento de 2022, aprovado no Congresso em 21 de dezembro de 2021 com base numa previsão de inflação de 10,18%, o exato valor concedido para o aumento. Durante a tramitação, foram apresentadas 11 propostas na Câmara para aumentar o valor, mas a relatora, a deputada Greyce Elias (Avante-MG), rejeitou todas, com a justificativa de que, no atual momento de grandes dificuldades econômicas para o país, é inviável aprovar as emendas, e recomendou o texto como o governo enviou ao Legislativo.