Combustíveis puxam alta do IPCA-15 de outubro, mostra IBGE

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 20/10/2017 10h50
Rafael Neddermeyer/Fotos PúblicasJuntos, os grupos Transportes e Habitação responderam por 0,21 ponto porcentual do IPCA-15

Os reajustes de preços em combustíveis anunciados pela Petrobras puxaram a alta de 0,34% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) de outubro, divulgado nesta sexta-feira, 20, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Houve elevação de 5,36% nos combustíveis domésticos, pertencentes ao grupo Habitação, e de 1,29% nos combustíveis de veículos, incluídos no grupo Transportes (0,60%)

O gás de botijão, item do grupo Habitação, subiu 5,72% em outubro, o maior impacto individual sobre o IPCA-15 do mês, o equivalente a 0,07 ponto porcentual.

Entre setembro e outubro, a Petrobras anunciou três reajustes nas distribuidoras para o botijão de gás de 13 kg: 12,2% a partir de 6 de setembro; 6,90% a partir de 26 de setembro e 12,9% a partir de 11 de outubro.

No grupo Transportes, a gasolina subiu 1,45% em outubro. Juntos, os grupos Transportes e Habitação responderam por 0,21 ponto porcentual do IPCA-15.