Em forte alta, dólar fecha a R$ 4,06, maior valor em 3 meses

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2019 17h24
JF DIORIO/ESTADÃO CONTEÚDONa máxima, a moeda chegou a bater R$ 4,0743

Em mais um movimento de alta nesta segunda-feira (19) tendo como pano de fundo o temor de uma recessão global, o dólar subiu 1,58% e encerrou o dia a R$ 4,0657 — maior patamar desde 20 de maio, quando fechou a R$ 4,1033.

Na máxima, a moeda chegou a bater R$ 4,0743.

Já o Ibovespa fechou em queda de 0,34%, aos 99.468,67 pontos.

Cenário internacional

O real foi a moeda emergente que mais perdeu valor nesta segundaante o dólar. A divisa americana se fortaleceu de forma generalizada na economia mundial, com o presidente Donald Trump e membros de seu governo indo a público no final de semana minimizar os riscos de recessão na maior economia do mundo e ressaltando que as negociações comerciais com os chineses prosseguem. A Argentina também pressionou os mercados, em meio à queda do ministro da Economia e à sinalização de reestruturação de dívida.

Também contribuiu para o fortalecimento do dólar declarações do presidente da regional de Boston do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Eric Rosengren, membro votante das reuniões de política monetária este ano. Ele minimizou o risco de piora da atividade econômica americana, afirmando que o “quadro é positivo” e que não vê motivo para mais corte de juros neste momento.

*Com Estadão Conteúdo