Embalado por negociações entre EUA e China, Ibovespa fecha em alta de quase 1%

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2019 19h27
Rogério de Santis/Estadão ConteúdoÍndice Bovespa fecha com alta de quase 1% nesta sexta-feira, 22

A bolsa de valores de São Paulo operou em alta durante todo o dia nesta sexta-feiram 22. O índice terminou a sessão aos 97.885,60 pontos, com aumento de 0,98%, . O giro financeiro foi de R$ 13,989 bilhões. Na semana, a valorização foi de 0,37%.

A consolidação das relações comerciais entre Estados Unidos e China contribuiu para o otimismo dos investidores. O vice-premiê chinês Liu He e o presidente americano Donald Trump se reuniram na tarde da última terça-feira e anunciaram que o prazo de trégua na cobrança de tarifas de importação da China e dos EUA pode ser prorrogado, ainda que as negociações devam continuar nos próximos dias.

A indefinição da prorrogação do prazo e os obstáculos nas negociações, porém, puxou para baixo as Bolsas de Nova York e daqui.

No Brasil, a reforma da Previdência era o maior motivo de preocupação. A proposta chegou ao Congresso nesta quarta-feira, 20, e o mercado aguarda o início de sua tramitação.

O fôlego foi retomado já na reta final do pregão e o Ibovespa bateu máxima. Um dos destaques foram as ações da Vale, que avançaram 3,55%.
Na semana que vem, a instalação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Câmara para iniciar a tramitação da reforma, além da divulgação do PIB do Brasil no quarto trimestre de 2018, a pontuação pode subir ainda mais.