Ministério da Agricultura anuncia que EUA reabrirão mercado para a carne bovina in natura do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2020 18h56
Rovena Rosa/Agência BrasilA ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina

O Ministério da Agricultura anunciou no fim da tarde desta sexta-feira (21) que os Estados Unidos decidiram reabrir mercado para a carne bovina in natura produzida pelo Brasil — exportações que estavam suspensas desde junho de 2017, devido às reações provocadas no rebanho pela vacina contra a febre aftosa.

“Hoje recebemos com muita satisfação uma notícia esperada por nós há muito tempo: a reabertura do mercado de carne bovina in natura do Brasil para os Estados Unidos. É uma ótima notícia, porque isso traz a qualidade qualidade da carne brasileira reconhecida por um mercado tão importante como o americano”, disse, em vídeo publicado nas redes sociais, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Segundo comunicado da pasta, o Brasil poderá começar a enviar produtos de carne bovina in natura derivados de animais abatidos já a partir desta sexta.

Em nota enviada ao ministério, o Serviço de Inspeção e Inocuidade Alimentar (FSIS) dos EUA disse que o Brasil “corrigiu os problemas sistêmicos que levaram à suspensão e está restabelecendo a elegibilidade das exportações de carne bovina in natura para os Estados Unidos”. Além disso, o FSIS encerrará os casos pendentes de violação de pontos de entrada associado à suspensão de 2017.

Desde o início do ano passado, a ministra tem feito diversas reuniões com o secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, para tratar do assunto. Em junho de 2019, uma missão veterinária dos Estados Unidos esteve no Brasil para inspecionar frigoríficos de bovinos e suínos. A missão retornou em janeiro deste ano.