Governador em exercício formaliza pedido de prorrogação de acordo fiscal do Rio de Janeiro

O Estado do Rio de Janeiro está no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) desde 2017

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2020 20h26
MAGA JR/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDOCláudio Castro, governador em exercício do Rio

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, entregou nesta quinta-feira, 3, um pedido de prorrogação do regime de recuperação fiscal do Estado ao ministro da Economia, Paulo Guedes. “O Rio segue no Regime pelo prazo de quatro a seis meses. Agradeço o ambiente de diálogo com o Governo Federal. Seguiremos trabalhando pelo nosso estado”, escreveu Castro do Twitter. Vice de Wilson Witzel, Castro assumiu o governo em razão do afastamento de Witzel do cargo. Nesta quarta, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) referendou o afastamento do mandatário por 14 votos a 1, durante sessão na Corte Especial do Tribunal, por suspeitas de desvios na área da Saúde do Rio. Com o resultado, ele deve permanecer afastado do cargo por 180 dias.

O Rio entrou no plano de recuperação fiscal em 2017 e, como garantia, se comprometeu a criar medidas que visassem o aumento de arrecadação e a diminuição dos gastos públicos do Estado até atingir o equilíbrio fiscal. Castro afirmou ainda que entregou as informações exigidas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para a formalização do pedido.