Guedes diz que Brasil está ‘bastante avançado’ no processo de entrada da OCDE

Ministro da Economia também ressaltou papel de instituições multilaterais para manter a ordem global

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2022 13h12
Edu Andrade/Ascom/ME Homem calvo de cabelo grisalho e óculos com armação fina fala em microfone diante da bandeira do Brasil Ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a entrada do Brasil na OCDE

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira, 12, que o Brasil está avançado no processo para integrar a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e ressaltou o papel de instituições multilaterais para manter a ordem global. Segundo o chefe da equipe econômica, o mundo passa por um agravamento do risco geopolítico com o combate no Leste da Europa. “Quando a economia mundial começa a reestabelecer, começa uma guerra que atinge grãos, fertilizantes, petróleo, insumos básicos tanto para a segurança energética quanto alimentar na região da OCDE”, afirmou.

Guedes participou de um evento com membros da OCDE e da Receita Federal para a apresentação do novo sistema de Preços de Transferência. “O Brasil está bastante avançado, são cinco ou seis países que estão nessa reta final de acesso à OCDE. Estamos dando um passo decisivo hoje”. Segundo o ministro, a medida deixa o Brasil em convergência com os padrões internacionais. “Nós evitamos os dois males. O mal da tributação excessiva, da bitributação que impede os investimentos, e o mal da evasão”, afirmou. Ao apontar o conflito na Ucrânia e as sanções impostas como riscos de rupturas das cadeias de produção, o ministro defendeu a participação do país na organização. “O Brasil está pronto para fazer o seu papel de dar um passo decisivo nessa contribuição para mantermos o grau de civilidade que esperamos para o século 21. Não podemos mergulhar em um passado de guerras físicas, de sanções econômicas e a interrupção de fluxos de comércio e investimentos.”