Ilan Goldfajn diz que fica no Banco Central até março para chegada de nova equipe

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2018 14h37
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoPresidente do Banco Central não revelou planos para o futuro

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reafirmou nesta quinta-feira (20) que seguirá no cargo pelo menos até o mês de março. Ele deve esperar a chegada da nova equipe à instituição, o que deve acontecer já após a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro. O esquema seria uma espécie de “transição” direta com seu sucessor.

Até que passe o comando para Roberto Campos Neto, diretor do Santander, Gondlajn indicou que “o foco está no Banco Central” e não revelou quais são seus planos profissionais para o futuro. Questionado sobre o trabalho como presidente do BC, ele comentou que “o mais importante é a relevância do trabalho” realizado pela instituição.

“Se você faz algo que beneficia a economia, você afeta milhões de pessoas. Se você conseguir mexer no sistema para facilitar, você melhora a vida de todo mundo”, afirmou Ilan Goldfajn. Sucessor, Campos Neto tem 49 anos e é formado em economia, com especialização em finanças pela Universidade da Califórnia, dos Estados Unidos.

*Com informações do Estadão Conteúdo