Mais de 6 milhões ainda não entregaram declaração do IR, segundo Receita

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2019 11h31 - Atualizado em 29/04/2019 11h32
Marcelo Fonseca/Estadão ConteúdoA expectativa do órgão é de que, até o final do prazo, 30,5 milhões de pessoas tenham feito prestação de contas

A Receita Federal recebeu, até a manhã desta segunda (29), quase 24 milhões de declarações de Imposto de Renda. Cerca de 6 milhões de contribuintes, no entanto, ainda não entregaram o documento. O prazo, que começou no dia 7 de março, termina às 23h59 desta terça (30).

A expectativa do órgão é de que, até o final do prazo, 30,5 milhões de pessoas tenham entregue a Declaração do Imposto de Renda.

A prestação de contas pode ser feita de três formas: pelo computador, por celular ou por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC).

Estará obrigado a apresentar a declaração anual o contribuinte que, no ano-calendário de 2018, recebeu rendimentos tributáveis com soma superior a R$ 28.559,70. No caso da atividade rural, deve prestar contas quem obteve receita bruta acima de R$ 142.798,50.

Quem não entregar a declaração no prazo está sujeito à multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso. A pena terá valor mínimo de R$ 165,74 e máximo correspondente a 20% do Imposto sobre a Renda devido.

Segundo a Receita, as restituições do Imposto de Renda serão feitas em sete lotes a partir de junho deste ano: o primeiro sairá no dia 17 de junho; o segundo, em 15 de julho; o terceiro, em 15 de agosto; o quarto, em 16 de setembro; o quinto, em 15 de outubro; o sexto, em 18 de novembro; e o sétimo, em 16 de dezembro.

Com Agência Brasil