Não há dúvida de que petróleo se reequilibra em ritmo acelerado, diz Opep

  • Por Estadão Conteúdo
  • 19/10/2017 10h32 - Atualizado em 19/10/2017 10h38
EFE/Barbara GindlO acordo de cortes na produção de petróleo da Opep deve terminar em março de 2018

O secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Barkindo, afirmou nesta quinta-feira que “não há duvidas” de que o mercado da commodity está se reequilibrando em ritmo acelerado e defendeu os esforços do cartel para conter a produção de petróleo.

Segundo ele, as preocupações de que os produtores dos Estados Unidos voltarão a “inundar” o mercado são exagerados e que as críticas ao cartel em relação à sua capacidade de produzir efeitos nos preços da commodity são “totalmente equivocadas”.

Barkindo ainda declarou que o cumprimento do acordo da Opep para reduzir a produção de petróleo supera os 116% e que as negociações com a Rússia, que não faz parte do cartel, para tornar a cooperação permanente estão em andamento.

O secretário-geral da Opep também afirmou, em conferência sobre o petróleo em Londres, que a Nigéria e a Líbia não devem se unir a uma extensão dos cortes na produção por terem “desafios significativos”

O acordo de cortes na produção de petróleo da Opep deve terminar em março de 2018 e diversos membros e não-membros do cartel discutem sua extensão.