Por que a Educação Financeira não é prioridade para os brasileiros?

A educação financeira evita uma série de problemas relacionados ao dinheiro, como dívidas intermináveis, nome sujo, falta de aposentadoria e zero economias para emergências

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2019 10h20 - Atualizado em 29/10/2019 10h43
Easynvest

A educação financeira é primordial para aqueles que desejam lidar corretamente com as próprias economias e pode melhorar consideravelmente a qualidade e condições de vida de seus adeptos. Embora a maioria das pessoas entenda a importância da prática, a educação financeira enfrenta um tabu que se arrasta por décadas: os brasileiros têm medo de falar sobre dinheiro. 

Esse trauma está enraizado na sociedade por motivos bastante marcantes como o cenário de hiperinflação dos anos 80/90, que fazia com que as pessoas tirassem todo o dinheiro do banco para que ele não “sumisse”, e a ideia de que investir é uma prática perigosa, uma vez que o investidor enfrenta margem de risco de retorno. 

Essas características, somadas à falta de educação financeira nas escolas, resultam em dívidas intermináveis, descontrole financeiro, nome sujo, falta de aposentadoria e zero economias para emergências – uma realidade enfrentada pela maioria dos brasileiros. A população, especialmente os jovens, foi programada a não pensar no amanhã e, quando ele chega, se desespera. 

Educação financeira para todos

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Instituto Axxus e Associação Brasileira dos Educadores Financeiros (ABEFIN), em uma escola com educação financeira em sua grade curricular, 100% dos alunos apresentaram mudança comportamental em relação ao uso de dinheiro e, além disso, passaram a ensinar os próprios familiares que nunca tiveram contato com o assunto na vida. 

Apesar de a escola ter papel fundamental, o processo precisa começar em casa. Promover a educação financeira entre crianças e jovens é extremamente importante para a formação de cidadãos economicamente responsáveis e preocupados com o futuro. Para o bem da economia brasileira, a busca por informações referentes ao bom relacionamento com o dinheiro está aumentando. 

Com a popularização da tecnologia, ficou muito mais fácil reeducar-se financeiramente, uma vez que uma série de conteúdos didáticos e canais no YouTube são facilmente encontrados quando se procura o assunto na internet. A Easynvest, uma das pioneiras do segmento, é um desses produtores de conteúdo e ganhou destaque ao assumir a missão de levar educação financeira para todos. 

Investir é muito mais fácil do que parece

Apesar de carregar um sentido limitado aos profissionais da economia, investir é um poder que todos podem dominar. Poucos sabem, mas para dar os primeiros passos no mundo do investimento é preciso apenas de R$30. 

Com essa prática, o dinheiro rende mais do que na poupança. Essa informação, apesar de básica, não é do conhecimento de todos, mas, segundo a Easynvest, quanto mais contato as pessoas tiverem com a educação financeira, mais próximas elas estarão de conhecer todas as oportunidades que são melhores do que deixar o dinheiro “parado” no banco tradicional. Comece a investir!

Todo mundo deseja um futuro sossegado e sem sufoco financeiro, mas, para isso, é preciso aprender que ninguém é capaz de cuidar do seu dinheiro melhor do que você. Educação Financeira te dá autonomia para fazer as melhores escolhas e disciplina para priorizar seus sonhos. Quer investir e ainda não sabe como? Assista: