Só a Enel apresenta proposta por Volta Grande e leva usina por R$ 1,419 bi

  • Por Estadão Conteúdo
  • 27/09/2017 11h30
NELSON ANTOINE/ESTADÃO CONTEÚDOPessoas protestam no prédio da Bovespa contra a privatização das usinas

A italiana Enel foi a única proponente a apresentar lance pela hidrelétrica Volta Grande no leilão de usinas atualmente operadas pela Cemig, realizado nesta quarta-feira (27), em São Paulo. A companhia, que já havia perdido a disputa com a Engie por outras duas usinas ofertadas no certame, apresentou uma proposta de R$ 1,419 bilhão, o que corresponde a um ágio de 9,84% frente o valor mínimo de R$ 1,292 bilhão.

Dentre as demais proponentes, a Aliança, joint venture entre Cemig e Vale, indicou que não tinha interesse no ativo enquanto a chinesa SPIC e a Engie retiraram seus envelopes para Volta Grande, após conquistarem outras usinas.

Volta Grande é a menor das usinas ofertadas nesta quarta, com 380 MW, e está localizada no Rio Grande, entre São Paulo de Minas Gerais.