Taxas futuras de juros disparam com dólar e apostas em alta da Selic

  • Por Estadão Conteúdo
  • 06/06/2018 10h28
Marcos Santos/USP ImagensNo câmbio, o dólar à vista subia 0,87% aos R$ 3,8428

Os juros futuros persistem em alta nesta quarta-feira, 6, em meio ao novo avanço do dólar às máximas acima dos R$ 3,84 no mercado à vista e R$ 3,850 no dólar julho, diante da manutenção da cautela dos investidores com o cenário local.

Na renda fixa, a curva de taxas precifica apostas de possível elevação da taxa Selic na reunião do Copom deste mês, nos dias 19 e 20, enquanto no câmbio investidores pedem oferta de linha com recompra futura, além dos leilões discricionários de swap cambial, que começaram na terça-feira, 5, com venda de US$ 1,1 bilhão no mercado futuro ante oferta de até US$ 1,5 bilhão, segundo um operador de uma corretora.

Na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em maio, o juro básico do País foi mantido em 6,50% ao ano, causando surpresa após o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, ter sinalizado em entrevista para uma nova queda da taxa.

Às 9h33 desta quarta-feira, o contrato de DI para janeiro de 2020 indicava 8,16%, de 7,89% no ajuste de terça. O DI para janeiro de 2021 indicava 9,47%, de 9,05% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2023 apontava 11,59%, de 10,95% no ajuste de ontem. Já o DI para janeiro de 2025 estava a 12,55%, de 11,80% no ajuste de terça. No câmbio, o dólar à vista subia 0,87% neste mesmo horário, aos R$ 3,8428. O dólar futuro de julho estava em alta de 0,89%, aos R$ 3,8505.