União deposita última parcela do auxílio a Estados e municípios

Do volume total das transferências, R$ 10 bilhões devem ser aplicados por governadores e prefeitos necessariamente em ações de Saúde e Assistência Social

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2020 14h39
BRUNO ROCHA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOEstados e municípios devem investir R$ 10 bilhões em ações de Saúde e Assistência Social

O Tesouro Nacional depositou nesta sexta-feira (11) a quarta e última parcela de R$ 15,037 bilhões do auxílio financeiro a Estados e municípios para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. A ajuda total da União superou os R$ 60 bilhões entre junho e setembro deste ano. Do volume total das transferências, R$ 10 bilhões devem ser aplicados por governadores e prefeitos necessariamente em ações de Saúde e Assistência Social.

Dos R$ 50 bilhões restantes, R$ 30 bilhões foram destinados aos Estados e R$ 20 bilhões para os municípios para aplicações em outras áreas. Os recursos não podem ser usados para a concessão de reajustes salariais aos servidores. Além da transferência direta de recursos, o programa de socorro possibilitou a negociação de empréstimos e a suspensão de parcelas das dívidas dos governos regionais com a União em um valor estimado em R$ 65 bilhões.

*Com Estadão Conteúdo