EI assassina 4 membros na Síria por colaboração com a coalizão

  • Por Agencia EFE
  • 16/08/2015 09h37

Cairo, 16 ago (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) executou quatro militantes na Síria que colaboravam com a coalizão internacional, liderada pelos EUA, informou neste domingo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os mesmos jihadistas deram a notícia das execuções aos familiares das vítimas, que são moradores da cidade de Al Shadadi, na província de Al Hasaka, no nordeste da Síria.

Os quatro homens foram assassinados na vizinha província de Al Raqqa, o principal reduto do EI na Síria, embora se desconheça até agora a data e o lugar exatos, segundo o Observatório.

Os terroristas mantiveram detidos estes quatro militantes durante mais de um mês após acusá-los de colaborar com a citada coalizão militar, que bombardeia desde setembro posições do EI na Síria.

A denúncia destes assassinatos ocorre depois que ontem o grupo terrorista publicou um vídeo na internet no qual se vê como assassina a tiros três homens acusados de fotografar seus quartéis em Al Raqqa.

O EI proclamou no final de junho de 2014 um califado na Síria e Iraque, onde aplica uma versão radical da “sharia” ou lei islâmica e aplica castigos brutais aos que infringem suas normas. EFE