EI publica vídeo com destruição de estátuas na cidade iraquiana de Hatra

  • Por Agencia EFE
  • 04/04/2015 16h10

Os jihadistas do grupo radical Estado Islâmico (EI) publicaram neste sábado um vídeo no qual aparecem destruindo várias estátuas da cidade de Hatra, no norte do Iraque, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1985.

Um jihadista que aparece no vídeo explicando os motivos da destruição assegurou que as estátuas estão “categoricamente proibidas” no islã e advertiu que rejeita qualquer ideia de “Deus partilhado”, em referência às religiões politeístas.

No vídeo, intitulado de “Ídolos. Província do Tigre” – como o EI chama a região -, os jihadistas argumentam que continuarão destruindo estátuas mesmo que “algumas organizações (em referência à Unesco) digam que é um crime de guerra”.

Os jihadistas tomaram Hatra e destruíram suas antiguidades no últimio dia 7, e o Ministério iraquiano de Turismo e Antiguidades denunciou que a cidade foi saqueada e destruída, embora não tenha informado a magnitude dos estragos causados.

Hatra, uma grande cidade ao sul de Mossul com mais de 2.000 anos, está localizada na zona de influência do Império Parta e se destaca por seus templos de arquitetura greco-romana com ornamentações orientais.