Eletrobras fecha 3º trimestre com prejuízo atribuído aos controladores de R$ 4 bi

  • Por Agência Estado
  • 13/11/2015 08h46
Sede da Eletrobras, no Rio de Janeiro. 20/08/2014 REUTERS/Pilar OlivaresSede da Eletrobras

A Eletrobras (Centrais Elétricas Brasileiras S.A.) encerrou o terceiro trimestre de 2015 com prejuízo consolidado atribuído aos controladores de R$ 4,012 bilhões, ante prejuízo consolidado de R$ 2,760 bilhões apurado em igual período do ano passado. No segundo trimestre do ano a perda tinha sido de R$ 1,358 bilhão.

Já o prejuízo consolidado total somou R$ 4,225 bilhões no terceiro trimestre do ano, ante perdas de R$ 2,764 bilhões de igual intervalo de 2014.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) das empresas controladas da Eletrobras entre julho e setembro ficou negativo em R$ 2,754 bilhões, ante Ebitda negativo de R$ 77 milhões do segundo trimestre do ano. A margem Ebitda ficou negativa em 34,4%, ante Ebitda negativo de 1% apurado no trimestre imediatamente anterior.

A receita operacional líquida somou R$ 7,902 bilhões, uma redução de 3,9% em relação ao segundo trimestre de 2015. Na comparação com o mesmo trimestre do ano passado houve um crescimento de 20%.

O resultado financeiro ficou positivo em R$ 1,438 bilhão no terceiro trimestre do ano, ante resultado também positivo de R$ 436 milhões apurado no segundo trimestre de 2015.