Em SP, Secretaria de Finanças começa a aposentar frota

  • Por Estadão Conteúdo
  • 06/12/2016 09h28
João Doria dificuldades

A Prefeitura de São Paulo já está fazendo testes em que abandona a frota de carros municipais para dar espaço a táxis, a exemplo do que anunciou no sábado (3), o prefeito eleito, João Doria (PSDB). O futuro prefeito declarou que venderá todos os 1,3 mil veículos da frota pública da capital e mandará seu secretariado andar de “táxi e Uber”. Ele estimou uma economia de R$ 120 milhões com a medida.

Em maio, a Secretaria Municipal de Finanças – que vai mudar de nome para Secretaria da Fazenda a partir de janeiro, começou a usar táxis no lugar de carros da frota municipal. Uma das razões era estimular os táxis pretos, categoria que engatinhava naquele momento. 

O projeto resultou em uma economia de 85%, segundo dados da Prefeitura, na comparação entre as viagens de táxi e a manutenção da frota pública. A Pasta tinha 10 carros, alugados por R$ 50 mil mensais e já devolveu 6. Doria diz que vai manter um carro por secretaria, para uso dos secretários, por segurança.