Empresa responsável pelo estacionamento tem 96% da receita e Ceagesp, 4%

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2014 17h10

O presidente do Sindicato do Comércio de Hortifrutigranjeiro do Estado de São Paulo, Paulo Murad, afirmou em entrevista à Rádio Jovem Pan que o contrato firmado para se cobrar o estacionamento na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) é considerado leviano para os comerciantes do local.

“Ele dá 96% para uma empresa particular e a Ceagesp fica com 4%. Então, que vantagem a Ceagesp e os comerciantes estão tendo com esse contrato de 4%? Se for pra pagar, até paga, mas desde que a Ceagesp seja beneficiada. (…) tem alguma coisa errada nisso. É isso que os comerciantes não estão de acordo”, afirmou. Murad ainda contou que o dinheiro cobrado no estacionamento não é destinado para melhorias no tráfego dentro do local ou para reformas, mas sim, uma “pura arrecadação privada”.

Segundo Murad, os comerciantes não concordam em pagar o estacionamento em uma central de abastecimento. “Já se paga lá segurança, fiscalização, paga-se manutenção, então, o que precisa lá é fiscalização”, disse. Atualmente, a arrecadação do estacionamento mensalmente é de R$ 70 mil para a Ceagesp e de quase R$ 2 milhões para a empresa privada responsável, de acordo com o sindicalista.

Sobre a confusão que ocorreu nesta sexta-feira na na Ceagesp, o presidente do Sindicato afirmou que os comerciantes também estão querendo saber quem iniciou tudo. Na ocasião, ocorreram diversos atos de vandalismo, como a depredação do local e incêndio de veículos.

“Na realidade, os comerciantes são contra esse tipo de baderna porque isso prejudica eles próprios, que têm lá o seu comércio. E toda a destruição que é feita dentro lá da Ceagesp afeta diretamente a eles. Então, nós estamos querendo, inclusive, apurar, quem foi que iniciou essa confusão toda”, contou.

O preço para estacionar na Ceagesp são os seguintes:

MOTOCICLETAS
Diária R$ 2

CARROS
Até 1 hora R$ 6
De 1 a 2 horas R$ 9
De 1 a 3 horas R$ 11
De 3 a 4 horas R$ 13
De 4 a 8 horas R$ 16
De 8 a 10 horas R$ 20
Acima de 10 horas R$ 50

CAMINHÕES DE 2 EIXOS
Até 4 horas R$ 4
De 4 a 6 horas R$ 6
De 6 a 8 horas R$ 8
De 8 a 10 horas R$ 10
Acima de 10 horas R$ 50

CAMINHÕES DE 3 a 6 EIXOS
Até 4 horas R$ 5
De 4 a 6 horas R$ 7
De 6 a 8 horas R$ 9
De 8 a 10 horas R$ 11
Acima de 10 horas R$ 60

Confira a entrevista completa do presidente do Sindicato de Hortifrutigranjeiro do Estado de São Paulo no áudio acima.