Enfrentamentos tribais deixam, ao menos, 38 mortos no oeste do Sudão

  • Por EFE
  • 18/05/2016 13h37
Sudão

Pelo menos 38 pessoas morreram e outras dez ficaram feridas, nas últimas 24 horas, em enfrentamentos tribais no estado de Cordofão do Oeste, no Sudão, informaram,nesta quarta-feira (18) as autoridades locais.

Os confrontos tiveram início após discussões sobre a posse de gado entre as diferentes facções da tribo de Hamr.

O governador do estado, Abu al Qasem Barak, declarou estado de emergência na zona do conflito, para onde enviou reforços para acalmar a situação.

Além disso, ele afirmou que a situação está sob controle e que uma “calma cautelosa” reina na região, enquanto as autoridades intermedeiam um díalogo entre os líderes tribais para pôr fim à crise e evitar novos enfrentamentos.

As agressões tribais no Sudão ocorrem, em geral, devido à divergências entre a população local sobre os territórios e a água, cada vez mais escassa por causa do aumento do número de habitantes e das mudanças climáticas.