Entenda: O que é ajuste fiscal?

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2018 07h57
Marcos Santos/USP ImagensAjuste fiscal medidas pra fazer o governo economizar dinheiro

Desde que começou a corrida pela presidência, tem duas palavras que não saem da boca dos candidatos: AJUSTE FISCAL.

Você já deve ter ouvido alguém dizer que o Brasil precisa passar pelo ajuste fiscal, que o próximo governo tem que se esforçar pra conseguir o ajuste fiscal, que o Congresso vai participar do ajuste fiscal…

Mas, afinal de contas, o que é esse ajuste fiscal?

Basicamente, são medidas pra fazer o governo economizar dinheiro. É a mesma coisa que você faria se perdesse uma parte da sua renda.

Pensa só: você recebia um salário e, de repente, esse salário foi cortado pela metade. Agora, Você vai ter que mudar seus hábitos.

Sua vida vai passar por um AJUSTE. E aí, você tem duas opções: ou você corta algumas despesas ou arranja outro jeito de ganhar aquele dinheiro que você perdeu.

Vamos pra primeira opção: cortar despesas.

Com aquele salário antigo, você ia no mercado e comprava todos os meses quatro quilos de arroz, um quilo de café, seis litros de leite e uma dúzia de bananas. Agora que você tem só metade do salário, isso vai ter que mudar.

Mês que vem, vão ser só dois quilos de arroz, meio quilo de café, três litros de leite e meia dúzia de banana.

Com o governo brasileiro, acontece a mesma coisa. O salário, que no caso do governo é a arrecadação, caiu bastante.

E já que a arrecadação não é mais a mesma, agora, o governo vai ter que fazer alguns cortes naquela listinha de compras.

Antes, havia um determinado valor pra ser gasto com transporte, um determinado valor pra educação, pra segurança, pro saneamento básico, pra ciência, pra cultura…

Agora, vai ser preciso enxugar essa lista.

Assim como você, que começou a comprar menos no supermercado, o governo simplesmente precisa gastar menos com cada um desses itens. Ou seja: menos dinheiro pro transporte, menos dinheiro pra educação, pra segurança, pro saneamento, pra ciência, pra cultura.

O problema é que isso diminui a qualidade de vida da população. Não é nada popular! Além disso, em algumas áreas, como a saúde, simplesmente não dá pra mexer no valor.

Então, vem a nossa segunda opção: que é encontrar outro jeito de ganhar dinheiro.

No seu caso, você possivelmente iria atrás de um outro emprego, começaria a fazer um bico, tentaria vender alguma coisa… enfim, daria seus pulos. O governo também tem que fazer isso – encontrar mais uma fonte de renda.

Só que no caso do governo, geralmente, o jeito é um só: aumentar impostos!

Também não é lá muito popular, mas é um dos caminhos mais usados na hora do aperto. E é muito importante que o ajuste fiscal seja feito, senão a dívida pública vai continuar aumentando.

Vamos voltar ao exemplo do seu salário, que cortaram pela metade: se você continuar comprando aquela lista antiga ou não começar a ganhar dinheiro de outro jeito, você vai se endividar e, uma hora, a conta chega.

Desde 2014, o caixa da União tá fechando no vermelho – ou seja, com déficit: tem mais dinheiro saindo todo ano do que entrando. Isso vai acontecer de novo em 2018, 2019, em 2020.

Se tudo der certo, segundo o cálculo da equipe econômica do governo, a conta só vai fechar no azul em 2021 e, até lá, vai ser preciso continuar o tal do ajuste fiscal.