Erupção de vulcão no Japão deixa um morto e mais de 30 feridos

  • Por Agencia EFE
  • 27/09/2014 12h36

Tóquio, 27 set (EFE).- A erupção do Monte Ontake, o segundo vulcão mais alto do Japão e situado a cerca de 100 quilômetros de Nagóia, deixou pelo menos um morto e 30 pessoas feridas neste sábado, informaram as autoridades japonesas.

O Monte Ontake, de 3.067 metros altura, começou a expelir fumaça e cinzas às 11h53 locais (23h53 de sexta-feira de Brasília), afirmou a Agência Meteorológica Japonesa (JMA) em seu site, onde aconselha as pessoas a não se aproximar do vulcão.

O departamento de bombeiros de Kiso, na província de Nagóia, confirmou a morte de uma mulher que foi encontrada pelos serviços médicos, enquanto cerca de 30 pessoas ficaram gravemente feridas após serem soterradas pelas cinzas.

Além disso, até as 21h (11, em Brasília) cerca de 70 pessoas tiveram que receber tratamento médico nos hospitais das províncias de Gifu e Nagado.

A Agência Meteorológica japonesa prevê que ocorram mais eruções que poderiam afetar os residentes mais próximos e, em particular, alertou sobre a queda de cinzas vulcânicas em um raio de 4 quilômetros em torno do vulcão, embora por enquanto não considere necessária a evacuação das localidades próximas.

No entanto, as autoridades fecharam o acesso às rotas pela montanha e evacuaram cerca de 230 pessoas, segundo a emissora pública “NHK”.

A erupção afetou o tráfego aéreo no aeroporto de Haneda, onde os voos acumulavam atrasos de entre 30 e 60 minutos, enquanto a companhia “Jetstar” cancelou quatro trajetos.

O dono de um refúgio situado na montanha descreveu a erupção como “um barulho como o de um trovão”, e relatou que depois “o céu escureceu e caíram cerca de 15 centímetros de cinzas sobre o solo”, em declarações recolhidas pela agência “Kyodo”.

O Monte Ontake é o segundo maior vulcão do Japão, atrás do Monte Fuji (3.776 metros), e se encontra entre as Gifu e Nagano.

Sua última grande erupção aconteceu em 1979, quando expulsou cerca de 200 mil toneladas de cinzas, enquanto em 1991 registrou outra erupção menor e em 2007 provocou uma série de terremotos vulcânicos.

O Japão está situado no anel de fogo do Pacífico e conta em seu território com mais de cem vulcões ativos e inativos. EFE