Erupção do segundo maior vulcão do Japão deixa 8 pessoas feridas

  • Por Agencia EFE
  • 27/09/2014 04h15

(Atualiza o número de feridos e acrescenta detalhes).

Tóquio, 27 set (EFE).- A erupção do Monte Ontake, o segundo vulcão mais alto do Japão e situado a cerca de 100 quilômetros de Nagóia, deixou pelo menos oito pessoas feridas neste sábado, informaram as autoridades japonesas.

O Monte Ontake, de 3.067 metros altura, começou a expelir fumaça e cinzas às 11h53 locais (23h53 de sexta-feira de Brasília), afirmou a Agência Meteorológica Japonesa (JMA) em seu site, onde aconselha as pessoas a não se aproximar do vulcão.

O departamento de bombeiros de Nagóia recebeu os avisos de oito pessoas que ficaram feridas por causa da erupção enquanto passeavam perto da montanha, segundo a agência “Kyodo”.

A JMA prevê que ocorram mais erupções que poderiam afetar os moradores mais próximos, e alertou em particular sobre a queda de cinzas vulcânicas em um raio de quatro quilômetros em torno do vulcão, embora por enquanto não considere necessária a evacuação destas áreas.

No entanto, as autoridades locais fecharam o acesso às rotas pela montanha e retirou as pessoas que as percorriam.

O dono de um refúgio situado na montanha descreveu a erupção à agência “Kyodo” como “um barulho como o de um trovão”, e relatou que em seguida “o céu escureceu e caíram 15 centímetros de cinzas sobre o solo”.

O Monte Ontake é o segundo maior vulcão do Japão, atrás do Monte Fuji (3.776 metros), e se encontra entre as províncias de Gifu e Nagano.

O Japão está situado no anel de fogo do Pacífico e conta em seu território com mais de uma centena de vulcões ativos e inativos. EFE