Escândalo da Petrobras: especialista critica gerenciamento de Dilma

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2014 12h49

O economista Alexandre Schwartzman participou na manhã desta sexta-feira (21) do Jornal da Manhã, da JOVEM PAN, e comentou os principais assuntos que impactam o Brasil na atualidade.

Dentre os temas abordados, o escândalo da Petrobras foi destacado pelo especialista. A presidente Dilma Rousseff, que cometeu um erro que custou US$ 1 bilhão para a estatal, foi alvo de críticas.

“Me parece que a presidente está se colocando na posição de ‘eu não sabia’ que a documentação era incompleta. Prefere passar a imagem de que ela não é uma gerente tão boa, quanto ela disse que é”, declarou.

Schwartzman disse ainda que Dilma não quer se passar por uma gerente não tão atenta que ser apontada como uma pessoa relacionada com todos esses escândalos.

Ouça a participação completa de Alexandre Schwartzman, falando também de outros assuntos, no áudio.

Em 2006, a Petrobras “fez um de seus piores negócios”. A empresa petrolífera brasileira pagou mais de US$360 milhões por metade do campo, que fora adquirido em primeiro lugar pela Astra Oil (Bélgica) a US$ 42,5 milhões.

Uma cláusula contratual, entretanto, dizia que se houvesse um conflito entre as companhias, a Petrobras teria de comprar a outra metade. O campo foi adquirido, então, por mais de US$ 1 bilhão.