Espanhola Mapfre lucra 18,7% a mais e prevê crescer em Brasil, México e EUA

  • Por Agencia EFE
  • 11/02/2014 17h23

Madri, 11 fev (EFE).- A primeira seguradora espanhola, Mapfre, registrou um lucro líquido de 790,5 milhões de euros em 2013, 18,7% mais que no ano anterior, divulgou nesta terça-feira o presidente da companhia, Antonio Hortas, que prevê que a empresa continue crescendo, principalmente no Brasil, no México e nos EUA.

Em nível internacional, a América Latina foi a primeira região em receita, alcançando os 8,886 bilhões de euros, 56,7% no Brasil.

Segundo os dados da companhia, em 2013 as receitas globais cresceram 2,3% para 25,889 bilhões de euros, enquanto as gratificações aumentaram 1,2%, para 21,835 bilhões.

Sem o efeito da valorização do euro em relação a outras moedas, as gratificações teriam crescido 8,1% e os resultados, 26,3%.

A área internacional, que engloba as atividades das seguradoras fora da Espanha e que representa 48,5% das gratificações totais, alcançou os 11,419 bilhões de euros, 5,4% mais.

Na América Latina a receita cresceu 2,7%, até 8,887 bilhões de euros, e o Brasil contribuiu com 5,036 bilhões, 56,7% do total.

No resto de países onde opera o Grupo, Estados Unidos, Filipinas, Malta, Porto Rico e Turquia, as gratificações cresceram 15,9%, até 2,532 bilhões de euros.

Hortas destacou que o mercado dos EUA, “importante para o grupo”, continuará sendo no futuro, tanto quanto em outras regiões nas quais a companhias já está presente, como Brasil, Turquia e México, e as qualificou de “oportunidade” para os próximos anos.

“Confirmamos que queremos continuar crescendo no mundo”, reforçou Hortas, que lembrou que a diversificação foi um dos elementos chave para conseguir estes resultados “muito positivos”.

Sobre o arrefecimento econômico de algumas regiões, Hortas afirmou que “somos conscientes das dificuldades econômicas”, apesar de ter se mostrado otimista sobre as oportunidades do negócio do seguro nessas regiões do planeta. EFE

mtd/cd