Especialistas falam sobre o Dia Mundial sem Tabaco

  • Por Jovem Pan
  • 30/05/2014 08h25

O Dia Mundial sem Tabaco, que acontece amanhã, adverte a população para os malefícios do tabagismo e estimula fumantes a largar o vício. 31 de Maio foi a data escolhida pela Organização Mundial de Saúde para alertar os cidadãos sobre os estragos que o cigarro causa.

O tabagismo, segundo a OMS, é responsável por 5 milhões de mortes por ano no mundo, o que corresponde a mais de 10 mil óbitos por dia. O coordenador do Comitê Antitabaco da Sociedade Brasileira de Cardiologista, Márcio Souza, listou à repórter Renata Gaspari os danos do cigarro à saúde.

*Ouça os detalhes no áudio

Neste 31 de maio, o Dia Mundial sem Tabaco, vai focar campanha na alta dos impostos de todos os produtos que levam o tabaco em sua composição. O coordenador do Ambulatório de Tabagismo do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, Montezuma Ferreira, falou da importância da data.

O presidente da Comissão Antidrogas da OAB, Cid Vieira, enfatizou a importância da conscientização da população. O integrante do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas ressaltou a significância de campanhas de combate ao fumo.

Nesta quinta-feira, uma campanha realizada na Estação da Luz, centro de São Paulo, orientou a população sobre os malefícios do cigarro. O tabagismo é considerado pelos médicos uma doença gravíssima e atingiu cerca de 1 bilhão e 300 milhões no mundo, segundo dados da OMS.