Estados Unidos enviam submarino nuclear para a Coreia do Sul

  • Por Agência Brasil
  • 11/02/2016 08h37
JHK08 SEÚL (COREA DEL SUR) 11/02/2016.- Activistas surcoreanos gritan consignas durante una protesta contra el lanzamiento un cochete por parte de Corea del Norte en Seúl (Corea del Sur) hoy, 11 de febrero de 2016. Corea del Norte lanzó el pasado domingo un cohete de largo alcance a través del que puso en órbita un satélite espacial, una acción que la comunidad internacional ha condenado al considerarla un ensayo encubierto de misiles. EFE/Jeon Heon-KyunProtestos na Coreia do Sul

Os Estados Unidos enviaram um submarino de propulsão nuclear para a Coreia do Sul, informou nesta quinta-feira (11/02) uma fonte militar de Seul, em resposta ao recente lançamento de um míssil pela Coreia do Norte.

O submarino USS North Carolina (SSN-777), que já tem mais de oito anos de serviço e cuja velocidade é de 46 km/h, tem capacidade para transportar mísseis de cruzeiro Tomahawk e até 48 torpedos.

Com o envio do submarino para águas sul-coreanas, os Estados Unidos pretendem “reafirmar o compromisso com a defesa da Coreia do Sul” e “enviar uma mensagem de advertência à Coreia do Norte”, indicou a mesma fonte.

O porta-voz também assegurou que os Estados Unidos desejam enviar para o país asiático dois novos aviões de combate, possivelmente um bombardeiro B-2 e um caça F-22 Raptor.

O envio do submarino é considerado uma resposta ao recente lançamento, pela Coreia do Norte, de um satélite espacial a bordo de um míssil de longo alcance, uma ação fortemente contestada por Seul e Washington, que a consideram um ensaio de mísseis balísticos encoberto, o que violaria resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O lançamento desse míssil seguiu-se a um teste nuclear em janeiro, quando os Estados Unidos enviaram um bombardeiro B-52 para a Coreia do Sul.

O governo norte-americano mantém, de forma permanente, 28.500 soldados na Coreia do Sul, país que se comprometeu a defender em caso de conflito com o Norte.