“Estamos precisando de uma cooperação muito mais estreita entre o Governo e o setor privado”

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2014 17h26

Jaime ArdilaJaime Ardila

Jaime Ardila, 58 anos, é o atual presidente da GM para a América Latina. Nascido na cidade de Pereira, Colômbia, Ardila se formou em Economia na Universidad de Bogotá Jorge Tadeo Lozano, na Colômbia, e fez mestrado na London School of Economics. Foi responsável pelas operações da General Motors no Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru, Colômbia, Equador e Venezuela. Hoje é membro do comitê executivo da empresa, reportando ao CEO Dan Akerson.

O que fazer para um Brasil Melhor?

“O primeiro é manter os planos de investimento, continuar acreditando no País, continuar acreditando no futuro”, diz Ardila, que recomenda ainda “trabalhar estreitamente com o Governo, com as autoridades, atacar os gargalos que estão impedindo um crescimento maior da economia, um crescimento maior do País, uma melhora da qualidade de vida da população”.

Um Brasil Melhor “tem a ver muito com a educação e com a infraestrutura”, avalia o executivo. “São as duas áreas onde nós estamos precisando de uma cooperação muito mais estreita entre o Governo e o setor privado da que existe hoje”.

Mas Ardila não quer ficar apenas no discurso. “Não adianta ficar reclamando, acho que nós temos que trabalhar juntos”, conclui.