EUA: Departamento de Segurança Nacional abrirá escritório no Vale do Silício

  • Por Agencia EFE
  • 21/04/2015 19h34

San Francisco, 21 abr (EFE).- O Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira que abrirá um escritório no Vale do Silício, onde estão sediadas várias empresas tecnológicas, para reforçar a parceria com elas na luta contra os ciberataques.

“Queremos estreitar relações cruciais no Vale do Silício e garantir que o governo e o setor privado se beneficiem das investigações que cada um deles realiza”, disse hoje o secretário de Segurança Nacional, Jeh Johnson, durante a conferência de segurança RSA, realizada em San Francisco.

Johnson lembrou que a luta contra os ataques na rede é uma das prioridades da Casa Branca, como a decisão do presidente Barack Obama de assinar uma ordem executiva para autorizar sanções contra indivíduos ou grupos de atacantes virtuais que representem uma ameaça para os Estados Unidos evidenciou.

“A cibersegurança deve ser uma aliança entre o governo e o setor privado. Precisamos (um do outro) mutuamente e temos que trabalhar juntos”, disse Johnson durante a conferência.

“Há coisas que o governo pode fazer por vocês e outras que precisamos que vocês façam por nós”, afirmou o alto funcionário americano.

Johnson deu poucos detalhes sobre os planos de seu departamento para reforçar a luta contra a cibersegurança com a abertura de um escritório no Vale do Silício, mas insistiu que a informação criptografada representa um problema.

“A informação criptografada faz com que seja mais difícil para o governo identificar a atividade criminal”, destacou o secretário de Segurança Nacional, em referências as medidas que grandes empresas de tecnologia como Apple e Google começaram a adotar para codificar a informação que os usuários armazenam em seus telefones celulares e tablets. EFE