EUA detectam dois casos de gripe suína entre crianças imigrantes

  • Por Agencia EFE
  • 02/07/2014 22h14

Washington, 2 jul (EFE).- As autoridades sanitárias americanas detectaram dois casos de H1N1 (gripe suína) entre os menores imigrantes centro-americanos que estão detidos em instalações na zona do vale do Rio Grande (Texas).

O vice-presidente do Conselho Nacional da Patrulha Fronteiriça, Chris Cabrera, confirmou os casos nesta quarta-feira ao canal de televisão local “Action 4 News”, filial da “CBS”.

Cabrera indicou que um dos casos foi confirmado na estação da Patrulha Fronteiriça em Brownsville e o outro em Fort Brown, no Texas, estado contíguo com o México.

Os casos foram confirmados na sexta-feira pelo pessoal médico que proporciona assistência sanitária nessas instalações, onde 120 pessoas foram isoladas perante a possibilidade que tenham estado em contato com os afetados.

O governo americano reconheceu que enfrenta uma “crise humanitária” perante a chegada em massa de crianças que cruzam a fronteira com o México sem companhia de um adulto, procedentes principalmente da América Central, que nos últimos sete meses superaram as 47 mil. EFE