EUA determinam que casais gays devem ter benefícios iguais aos dos héteros

  • Por Agencia EFE
  • 09/07/2015 12h48

Washington, 9 jul (EFE).- O governo americano ordenou nesta quinta-feira que às instituições judiciais do país concedam os mesmos benefícios matrimoniais aos casais homossexuais que já concedem aos casais heterossexuais, em cumprimento a decisão do Tribunal Supremo que legalizou os casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

A procuradora-geral dos Estados Unidos, Loretta Lynch, anunciou hoje que instruiu o Departamento de Justiça a trabalhar com as diferentes agências judiciais “para garantir que a decisão (do Tribunal Supremo) tenha total cumprimento em todo o governo federal”.

No último dia 26, o Supremo legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo o país, uma ação que anulou o poder dos estados de proibir essas uniões e tornou o casamento gay um direito constitucional. Para a procuradora, essa é uma medida de “histórica”.

O governo americano passou a apoiar abertamente o casamento entre homossexuais, depois que, pela primeira vez, o próprio presidente, Barack Obama, declarou respaldar a causa em 2012. EFE