EUA emitem alerta de viagem à Rússia por tensões na Ucrânia

  • Por Agencia EFE
  • 14/03/2014 20h03

Washington, 14 mar (EFE).- Os Estados Unidos emitiram nesta sexta-feira um alerta de viagem à Rússia perante as tensões na Ucrânia e “o potencial de crescentes manifestações públicas e ações antiamericanas” em conexão com a situação na Crimeia, anunciou o Departamento de Estado.

O governo dos EUA aconselhou assim seus cidadãos a “evitar todas as manifestações públicas (…) e evitar grandes concentrações de pessoas e reuniões públicas que careçam de medidas de segurança reforçadas”.

“As manifestações relacionadas com o conflito podem aparecer em qualquer lugar ao longo da Rússia e em qualquer momento. Estas manifestações podem aumentar a possibilidade de confronto e violência”, acrescentou o alerta de viagem.

Além disso, o Departamento de Estado advertiu os cidadãos americanos na Rússia sobre o aumento da presença militar e os exercícios militares em andamento por parte dos russos ao longo de sua região fronteiriça com a Ucrânia.

“Os cidadãos residentes ou que pensem em viajar à região fronteiriça, especialmente às de Bryansk, Kursk, Belgorod, Voronezh, Rostov Oblasts e Krasnodar Krai, devem estar atentos à potencial escalada das tensões, enfrentamentos militares (seja acidental ou intencional) e às potenciais ameaças à segurança”, detalhou a nota.

No entanto, a nota ressalta que “atualmente o governo americano não tem informação sobre conflito militar ativo dentro da Rússia como resultado de tensões regionais ou uma ameaça específica a cidadãos dos Estados Unidos”.

A nota menciona, porém, boletins jornalísticos que “apontam para um notável aumento da presença militar russa (…) e o aumento da presença de grupos neonazistas e nacionalistas radicais russos nessas regiões”. EFE