EUA estão “nas fases finais” de plano para fechar prisão de Guantánamo

  • Por Agencia EFE
  • 22/07/2015 20h27

Washington, 22 jul (EFE).- O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira que está “nas fases finais” de um plano para fechar de maneira “segura e responsável” a prisão da base naval americano de Guantánamo, em Cuba.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, informou que o plano será apresentado ao Congresso americano para que aprove o fechamento da prisão, onde ainda permanecem 116 detidos durante a guerra dos EUA contra o terrorismo islamita radical.

Earnest acredita que o Congresso facilitará o processo de transferência de detidos e “não continuará sua obstrução”.

“É por isso que trabalhamos em um plano que, quando estiver completo, será compartilhado com o Congresso”, explicou.

O Legislativo americano ameaçou aprovar novas restrições às transferências de presos. O fechamento da prisão de Guantánamo obrigaria a repatriação ou transferência dos reclusos a prisões americanas, entre eles 15 que são considerados de alto valor e suspeitos de participação nos atentados de 11 de setembro de 2001.

A Casa Branca terá acelerar o ritmo de mudança a países terceiros de presos que receberam o sinal verde para serem transferidos se o objetivo for fechar Guantánamo antes de 2017, quando Barack Obama passará o bastão na presidência.

Obama transferiu mais da metade dos 242 detidos que estavam na base naval em território cubano desde que chegou ao poder em 2009 e prometeu em sua campanha que fecharia a prisão. EFE